quarta-feira, 17 de junho de 2015

Resenha Crítica - A Seleção

Olá! Nesta postagem teremos a resenha do best-seller da autora Kiera Cass: A Seleção.                        
                                   



Sinopse:
Nem todas as garotas querem ser princesas. America Singer, por exemplo, tem uma vida perfeitamente razoável, e se pudesse mudar alguma coisa nela desejaria apenas ter um pouquinho mais de dinheiro e poder revelar seu namoro secreto.
Um dia, America topa se inscrever na Seleção só para agradar a mãe, certa de que não será sorteada para participar da competição em que o príncipe escolherá sua futura esposa.
Mas é claro que seu nome aparece na lista das Selecionadas, e depois disso sua vida nunca mais será a mesma...

Autora: Kiera Cass
Ano: 2012
Editora: Seguinte

Resenha:
A Seleção não estava em meus planos. Minha irmã comprou esse livro e, meio que por curiosidade, comecei a ler um capítulo e simplesmente não conseguia parar, acabei lendo-o em um único dia.

Confesso que antes de lê-lo eu estava cheia de preconceitos, como assim fazer uma seleção com trinta e cinco garotas? Como assim tratá-las como um pedaço de carne que o príncipe teria que escolher a melhor e descartar as demais? Que tipo de pessoa é essa? Mas, meus preconceitos foram esvaindo-se quando conheci o príncipe Maxon.

Devo admitir que a história é envolvente, do tipo que te prende até o fim. Leia até os agradecimentos, a Kiera é uma fofa e te fará sorrir até lá.

America Singer, personagem principal, vive em Illéa um país organizado por castas, onde os números valem mais que as pessoas. As castas vão do Um, os da realeza até o Oito, os mais pobres. Isso gera revolta e alguns grupos rebeldes, ao longo do livro, vão fazer invasões ao palácio.

Ela narra à história a partir do dia que a carta que informa da Seleção chega a sua casa, mas ela não se empolga muito, pois está completamente apaixonada por Aspen e vive um namoro secreto com ele, já que o sistema de castas é um empecilho enorme para que eles tornem público seu amor. America é uma cinco, Aspen é um seis. Não que eles não pudessem casar, mas isso custava muito dinheiro e a mãe da America surtaria se ela se casasse com alguém de casta inferior, não sei se é o jeito que ela conta, mas a gente fica com um pouco de raiva do jeito da mãe e sente um carinho enorme pelo seu pai, que sempre a apoia. Mas, eu entendo a mãe dela, eles são artistas, mas não tem muito dinheiro, vivem com pouco e eu acredito que ela só quer melhorar as coisas para sua filha e para a família.

As personagens que mais gostei foram a super fofa da May, a irmã de America. Ela deveria aparecer mais no livro, pois toda vez que isso acontece dá uma animada nas coisas. A Marlee, melhor amiga da America, o leitor também vai ficando sua amiga, porque ela é muito agradável, do tipo que queremos ter por perto. Ah, e as criadas da America, muito amor por elas. São engraçadas e fazem os melhores vestidos.

Já a que mais odiei e, com certeza, todo leitor vai odiar é Celeste, uma das selecionadas. Quando ela entra na história o meu sangue ferve e dá vontade de matá-la e esconder o corpo. Muahaha

E, sim, o romance do livro fica por conta de um triângulo amoroso nada convencional. Apesar de America narrar o amor que sente por Aspen de forma intensa eu não consegui torcer pelo casal, ele é um homem lindo pelo que ela descreve, mas mesmo assim...

America vai gostando, cada vez mais no desenrolar do livro, do doce, gentil e lindo Maxon, que vive a espera que ela diga que seu coração pertence somente a ele. Isso é que parte meu coração e me deixa com raiva da America, fui me apaixonando por Maxon também e não gosto da demora dela, sei que Aspen é um cara legal e que eles tiveram toda uma história juntos, mas que raiva que dá.

Depois de tudo isso só posso sugerir que você leia o livro e venha amar e odiar a America junto comigo e ficar louca(o) atrás do próximo livro da série.

Nota: 9,5 estrelas ★

Resenha feita por: Danielle Lima

4 comentários:

  1. A Seleção é uma maravilha de livro! E as continuações também. Amei a crítica, ficou realmente ótima, e me deu vontade até de reler mais uma vez a saga toda para sentir aquelas sensações maravilhosas que eu senti a primeira vez. Parabéns pela escrita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou!
      Obrigada e volte sempre ao blog! :)

      Excluir
  2. Fiquei com ainda mais vontade de ler o livro <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E espero que se apaixone também por essa trilogia <3

      Excluir